Em 17 dias, PRF flagra caminhões-cegonha transportando cinco carros furtados ou roubados

Entre 14 e 31 de março de 2018, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) interceptou quatro caminhões-cegonha transportando cinco veículos roubados ou furtados. Os flagrantes ocorreram em rodovias de quatro Estados: Mato Grosso do Sul, Goiás, Bahia e Tocantins.

Em Goiás, a PRF interceptou na última quarta-feira (28) um caminhão-cegonha na BR-060. A carreta levava um Ônix e uma Ford Ranger roubados em Minas Gerais e no interior goiano, respectivamente. Os automóveis foram embarcados em Goiânia e destinavam-se à cidade de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul.

Em todos os casos, motoristas e transportadoras alegaram desconhecer irregularidades e adulterações no chassi e na documentação dos veículos. O inspetor Newton Morais, da PRF, explicou à TV Serra Dourada que a Polícia Judiciária vai atrás de quem embarcou e de quem iria receber os veículos.

“Transportadoras e motoristas não têm nada a ver. Quem contratou é que irá responder pelo crime.”

Para o inspetor Fernando Prado, o transporte em caminhões-cegonha de veículos roubados está crescendo, conforme declaração dele dada ao Portal Mais Goiás:

“Ultimamente os bandidos têm usado esse tipo de veículo (cegonha) para cometer seus crimes e achar que conseguem despistar os policiais, mas felizmente conseguimos êxito com essa situação.”

Morais afirmou ainda que caminhões-cegonha também já foram usados para traficar drogas:

“Dessa mesma modalidade, já foi possível identificar tráfico de drogas.”

No último dia de março (31), a PRF recuperou um utilitário seminovo furtado de uma concessionária em São Paulo. O automóvel foi apreendido sobre um caminhão-cegonha com placas de São Bernardo do Campo, em Água Clara, região leste de Mato Grosso do Sul.

As outras recuperações ocorreram em 14 e 25 de março, no Tocantins e na Bahia.

Foto: Divulgação/PRF