Armamento pesado, munição, explosivos e carro roubado são encontrados em caminhão-cegonha

Fuzis, munição, explosivos, veículo roubado e documento falsificado foram apreendidos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) em um caminhão-cegonha que partiu de São Bernardo do Campo (SP) em direção ao município Serra (ES). O veículo com a carga ilegal foi abordado pelos agentes da PRF no último dia 25, no quilômetro 304 da BR-101, no estado do Espírito Santo. O caminhão, carregado com 11 veículos, pertence à empresa Transaltino, conforme informado pela PRF.

As armas e munições foram encontradas em uma grande mala preta, no interior de um Renault/Duster. Ao vistoriar a bagagem, os agentes encontraram coletes balísticos, quatro fuzis, cinco bananas de explosivos, pavios, um certificado de registro e licenciamento de veículo (CRLV) falso e um par de placas com lacre de São Paulo.

4-de-julho-de-2018_armas_blog
Foram encontradas quase 300 cartuchos e balas de grosso calibre

Ao ser realizada a verificação dos veículos transportados, a PRF constatou que um veículo Toyota/Corolla de cor cinza apresentava vários sinais de adulteração no chassi. Após consulta aos sistemas policiais, constatou-se que o Toyota/Corolla tinha sido roubado em Campinas (SP), em 4 de maio. O condutor, o veículo apreendido, e todos os objetos foram encaminhados à Polícia Federal

Conteúdo da mala preta

  • 8 coletes balísticos
  • 1 par de luvas pretas
  • 1 fuzil 5.56 da marca Colt
  • 1 fuzil 5.56 da marca Spikes Tactical UTG PRO, sem numeração
  • 1 fuzil 7.62 da marca AK 47, de fabricação egípcia
  • 1 fuzil 7.62 da marca AK 47, de fabricação Húngara
  • 114 munições para calibre 5.56
  • 28 munições para calibre 7.62×39 (Winchester)
  • 61 munições para 7.62 x39 (marca não identificada)
  • 39 munições para 7.62 (marca não identificada)
  • 38 munições para 7.62×92 marca FBM
  • 1 munição para calibre .40
  • 5 bananas de explosivos
  • Diversos pavios
  • Par de placas do estado de São Paulo

Veículos roubados
Entre 14 e 31 de março de 2018, a PRF interceptou quatro caminhões-cegonha transportando cinco veículos roubados ou furtados. Os flagrantes ocorreram em rodovias de quatro Estados: Mato Grosso do Sul, Goiás, Bahia e Tocantins.