Advogado da ANTV no STJ também representa Vittorio Medioli e grupo Sada em ações contra editor do site Livre Concorrência no TJ-RS

O mundo jurídico parece ser tão pequeno quanto o número de transportadoras que atende a expressiva maioria das montadoras de automóveis instaladas no país. Advogado que representa Vittorio Medioli (foto de abertura) e empresas do grupo Sada em ações na Justiça contra o editor do site Livre Concorrência também assina petição da Associação Nacional das Empresas de Transportes de Veículos (ANTV) no Superior Tribunal de Justiça (STJ). Décio Freire subscreve a petição da entidade que reúne as maiores transportadoras do setor. O recurso, acatado pelo ministro Napoleão Nunes Maia Filho, suspendeu o julgamento do Tribunal Federal da 4ª Região (TRF-4) que manteve a condenação, por formação de cartel, dos réus General Motors, ANTV, Luiz Moan Moan e Sindicato Nacional dos Cegonheiros (Sinaceg).

Vale lembrar que na relação de ex-presidentes da ANTV aparece o nome de Vittorio Medioli e do diretor comercial da Sada Transportes e Armazenagens, Edson Pereira.

O advogado da ANTV participa de dois recursos de Medioli e do grupo Sada contra o jornalista Ivens Carús, no Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJ-RS). Um deles já foi rejeitado por unanimidade pelos desembargadores. O outro ainda não tem data de julgamento marcada.

Além de Décio Freire, outro advogado da Sada mantém relação com réus condenados por formação de cartel no transporte de veículos novos. Em audiência referente à queixa-crime contra o site que tramita na cidade de São Bernardo do Campo (SP), o advogado André Marcos Gilberto, representante da Sada Transportes e Armazenagens, compareceu à oitiva de testemunhas em sessão ocorrida na sede do Ministério Público Federal. A Sada não está entre as partes. A representação é movida pelo Sinaceg para contestar, junto ao MPF, matérias do Livre Concorrência referentes à venda ilegal de vagas para transportar veículos novos fabricados pela General Motors e Volkswagen.