Relações comerciais da JSL com a Tegma são antigas e devem se intensificar com a aquisição da Transportadora paranaense

As relações comerciais da Júlio Simões com a Tegma Gestão Logística (um dos alvos da Operação Pacto) devem se intensificar a partir da aquisição da Transportadora Transmoreno, responsável por parte do escoamento da produção das montadoras Renault e Nissan. Isso porque a Tegma adquiriu o controle acionário da CatLog, operadora logística da marca Renault. A Nissan pertence ao mesmo grupo econômico, segundo documentos entregues pelas montadoras no inquérito administrativo que apura prática de infrações à ordem econômica em tramitação no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Júlio Simões e executivos da Tegma já possuem relações comerciais desde há mais tempo. Em 2013, por R$ 65 milhões, a JSL adquiriu a Movida Locação de Veículos, de propriedade de dois executivos da Tegma, ambos réus em ação penal movida pelo Gaeco de São Bernardo do Campo (SP): Mário Sérgio Moreira Franco e Fernando Luiz Schettino Moreira. Integram o banco dos réus com outros quatro executivos da Tegma e quatro do grupo Sada, além de ex-presidentes do Sindicato dos Cegonheiros de São Paulo (Sinaceg) e da Associação Nacional das Empresas Transportadoras de Veículos (ANTV). Todos são acusados de formação de cartel e de quadrilha. (Foto de abertura meramente ilustrativa/Arquivo Livre Concorrência)