Polícias civis de três estados deflagram operação para prender suspeitos de incendiar mais de 70 veículos em pátio da Sada, em Pernambuco

Mandados foram expedidos para Pernambuco e Minas Gerais. Em São Paulo, o palco das ações ocorreu na capita, São Bernardo do Campo e Mogi-Mirim.

O G1 – portal de notícias da Globo – informa que as polícias civis de três estados (Pernambuco, São Paulo e Minas Gerais) deflagraram nesta quinta-feira (21) operação para prender suspeitos de envolvimento no incêndio criminoso que atingiu caminhões-cegonha no pátio da Sada, em Goiana – onde funciona a fábrica da Fiat/Jeep. Ao todo, 74 veículos foram destruídos pelo fogo. Foram expedidos oito mandados de prisão e nove de busca e apreensão domiciliar. O crime ocorreu em outubro de 2020. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) também integra a força-tarefa. Mais de 30 agentes atuam na operação denominada Vesúvio.

Os mandados de prisão foram cumpridos em Pernambuco (Caruaru) e Minas Gerais. Em São Paulo, o palco das ações ocorreu na capital, São Bernardo do Campo e Mogi-Mirim. Todos os mandados foram expedidos pela Vara Criminal da Comarca de Goiana.

As investigações que culminaram na Operação Vesúvio apuraram crimes de incêndio, explosão e dano qualificado. Os nomes dos investigados, bem como a relação que eles tinham com a empresa, não foram divulgados pela corporação.