Associação criada para defender a livre concorrência e modernizar o setor de transporte de valores no país comemora primeiro aniversário

Difícil para a redação do site Livre Concorrência escrever sobre associações e sindicatos vinculados ao transporte de veículos novos sem os relacionar a práticas criminosas, como abuso de poder econômico, dominação de mercado, eliminação total ou parcial de concorrência, fixação artificial de preços, formação de cartel e associação criminosa.  Existem exceções, claro. Em outro setor, a Associação Nacional de Segurança e Transporte de Valores (Ansegtv) destaca-se por defender a livre concorrência. A entidade comemora neste mês o primeiro aniversário.
Diferente das agremiações normalmente referidas aqui no site Livre Concorrência, a Ansegtv defende o livre mercado e a livre iniciativa. Foi criada para representar os interesses das pequenas e médias empresas que prestam serviços de segurança e transporte de valores.
Em 12 meses, reuniu 16 associadas, com 80 bases operacionais instaladas em 25 estados e no Distrito Federal.
A Ansegtv surge em um momento em que o setor de transporte de valores enfrenta a concorrência desleal de transportadoras estrangeiras que começam a se expandir em território nacional. Nesse contexto, o presidente Gabriel Damasceno (foto de abertura) avalia os primeiros 12 meses da entidade:

“A organização contribuiu de forma significativa para o aumento da qualidade, eficiência e segurança das operações de seus associados, incentivando a livre concorrência e se firmando como entidade representativa dos interesses das pequenas e médias empresas perante as diversas entidades do governo e da sociedade.”

Ele ressalta:

“Temos um mercado muito importante para o funcionamento da economia e da sociedade, mas que precisa se modernizar com novos investimentos e com uma saudável desconcentração.”

E conclui:

“A livre concorrência é uma condição primordial para que a segurança privada seja modernizada no Brasil.”

Quando criada, um dos objetivos principais da associação foi se colocar à disposição das autoridades para a troca de informações e fornecimento de subsídios que pudessem contribuir com a segurança das operações de transporte de valores no país. O apoio à Policia Federal – órgão regulador da atividade de segurança privada no país – nos esforços em relação à prevenção à lavagem de dinheiro também foi uma das ações executadas.
 

ANTV BID da Volkswagen Cade Cartel dos cegonheiros Fiat Ford Formação de cartel Gaeco GM Incêndios criminosos Jeep Justiça Federal Luiz Moan MPF Operação Ciconia Operação Pacto Polícia Federal Prejuízo causado pelo cartel Sada Sinaceg Sindicam Sintraveic-PE Sintravers STJ Tegma Tentativa de censura Transporte de veículos Transporte de veículos2 Transporte de veículos novos TRF-4 Vittorio Medioli Volkswagen

Um comentário sobre "Associação criada para defender a livre concorrência e modernizar o setor de transporte de valores no país comemora primeiro aniversário"

  1. LUIZ CARLOS BEZERRA disse:

    POIS É AMIGOS QUE LEEM ESTE MAGNÍFICO PORTAL. EMPRESAS ESTRANGEIRAS NÃO PODERIAM ATUAR NESTE RAMO, AQUI NO NOSSO PAÍS, PRINCIPALMENTE POR FORMAREM CARTEL, QUE É UM ABSURDO CONSTITUCIONAL.
    A LIVRE CONCORRÊNCIA, QUE É AMPARADA PELAS LEIS VIGENTES, DEVE SER DEVIDAMENTE RESPEITADA! PONTO FINAL. CERTO?
    SE EXISTEM PEQUENAS EMPRESAS NACIONAIS, QUE OPERAM NO RAMO, TODAS DEVEM SER BENEFICIADAS EM CARATER PRIMORDIAL!
    O BNDES FOI CRIADO PARA AMPARAR TAIS EMPRESAS, FINANCIANDO TECNOLOGIAS DE PONTA, PARA ENALTECER AS EMPRESAS NACIONAIS, E NÃO PARA FINANCIAR OBRAS, COMO NUM PASSADO PRÓXIMO, EM OUTROS PAÍSES, O QUE CAUSOU ESCÂNDALOS DE CORRUPÇÕES.
    TAIS FINANCIAMENTOS FORAM EFETUADOS QUASE A FUNDO PERDIDO E SEM FISCALIZAÇÃO! ISSO SIM É UM CRIME INSTITUCIONAL!
    VCS CONCORDAM?
    SENDO DESSA FORMA, POR QUÊ NÃO APOIAR AS PEQUENAS EMPRESAS, APERFEIÇOANDO-AS E FORTALECENDO O NOSSO PAÍS!

Os comentários estão encerrados