Cegonheiros desmontam acampamento à espera da decisão judicial que acabe com o cartel na Fiat/Jeep

O Sindicato dos Cegonheiros de Pernambuco (Sintraveic-PE) desmontou na semana passadao acampamento que mantinha na BR-101, proximidades da fábrica da Fiat/Jeep, no município de Goiana. O protesto contra o alinhamento da montadora ao chamado cartel dos cegonheiros durou 15 meses. Eles deixaram o local após a realização de um culto de ação de graças. Agora, aguardam a decisão da Justiça Federal em ação de Execução Provisória de Antecipação de Tutela e de Sentença.

Desde o início das operações da fábrica da Fiat/Jeep, em abril de 2015, os cegonheiros de Pernambuco tentam fazer parte do escoamento da produção, totalmente entregue a paulistas e mineiros, agregados às transportadoras Sada e Autoport. A entidade também denuncia o descumprimento, por parte da montadora, do programa denominado Prodeauto. Pelo acordo, segundo o Sintraveic-PE, a montadora deveria contratar 78% de trabalhadores de Pernambuco, incluindo os transportadores.

Fiat/Jeep e Sada Transportes e Armazenagens apresentaram impugnação à execução. Dentro dos próximos dias, o Sintraveic-PE deverá apresentar a réplica. Somente depois, a 25ª Vara da Justiça Federal deverá se manifestar. No dia 2 de agosto, Sada e Fiat/Jeep foram citadas. O sindicato quer que a Antecipação de Tutela em Ação Civil Pública que obrigou a General Motors do Brasil a contratar outros transportadores não vinculados ao sistema ANTV/Sinaceg tenha seus efeitos também sobre a montadora pernambucana.

ANTV BID da Volkswagen Cade Cartel dos cegonheiros Fiat Ford Formação de cartel Gaeco GM Incêndios criminosos Jeep Justiça Federal Luiz Moan MPF Operação Ciconia Operação Pacto Polícia Federal Prejuízo causado pelo cartel Sada Sinaceg Sindicam Sintraveic-PE Sintravers STJ Tegma Tentativa de censura Transporte de veículos Transporte de veículos2 Transporte de veículos novos TRF-4 Vittorio Medioli Volkswagen