Conselheiro indicado por Lula para o Cade já se posicionou contra interesses do Sindicato Nacional dos Cegonheiros

Dos quatro nomes publicados na edição de terça-feira (21) do Diário Oficial da União, um é gaúcho. Todos os indicados pelo presidente deverão passar por sabatina no Senado. Após a posse, os processos suspensos no Tribunal do Cade por falta de quórum deverão ser retomados. O destaque é um dos atuais superintendentes adjuntos, Diogo Thomson de Andrade.

De Brasília

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva indicou, na segunda-feira (20), quatro nomes para compor o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) pelos próximos quatro anos. Os nomes foram publicados no Diário Oficial da União (DOU) de terça-feira (21). As indicações passarão por sabatina pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado e, posteriormente, pelo Plenário Legislativo. Um deles, José Levi Mello do Amaral Júnior, é natural de São Gabriel, município gaúcho distante 328 quilômetros da capital Porto Alegre. Possui mestrado em Direito do Estado e Teoria do Direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), dentre outros cursos. O destaque da lista fica por conta de Diogo Thomson de Andrade, um dos atuais superintendentes-adjuntos do Cade, que no início do ano recebeu críticas do Sindicato Nacional dos Cegonheiros (Sinaceg), um dos alvos da Operação Ciconia, por ter se posicionado contra os interesses da entidade patronal. Andrade deverá assumir uma vaga de Conselheiro e integrar o Tribunal do órgão antitruste.

Em procedimento preparatório provocado pelo Sinaceg, no qual acusa várias pessoas da prática de sham litigation – abuso do direito de representar -, arquivada em duas oportunidades pelo Cade, o advogado Laércio Farina questionou o fato de o Superintendente-Geral Adjunto, “ao conhecer do recurso e decidir pela manutenção da decisão recorrida, o Dr. Diogo Thomson de Andrade proferiu decisão que pode ser considerada de maneira análoga à prevista no artigo 144, inciso II, do Código de Processo Civil, aplicável ao caso por força do artigo 115 da Lei n.° 12.529/112 e artigo 14, do Regimento Interno desse CADE”. O advogado insistia em manter reunião com o Superintendente-Geral, recusando-se a se reunir com Andrade, o qual, Farina considerou “impedido para atuação no feito, isto porque julgou o recurso apresentado pelo Sinaceg contra o arquivamento destes autos, em 27/03/2020 (SEI n.° 0731440).”

Os demais integrantes da lista possuem amplo conhecimento do direito concorrencial. Constam os nomes de Camila Cabral Pires Alves, Economista-Chefe do Cade em 2013 e Carlos Jacques Vieira Gomes, consultor de direito econômico do Senado. É especialista em direito da concorrência e participou da elaboração da lei antitruste, a 12.529/2011.

Leia também:

ANTV BID da Volkswagen Cade Cartel dos cegonheiros Fiat Ford Formação de cartel Gaeco GM Incêndios criminosos Jeep Justiça Federal Luiz Moan MPF Operação Ciconia Operação Pacto Polícia Federal Prejuízo causado pelo cartel Sada Sinaceg Sindicam Sintraveic-PE Sintravers STJ Tegma Tentativa de censura Transporte de veículos Transporte de veículos2 Transporte de veículos novos TRF-4 Vittorio Medioli Volkswagen

Um comentário sobre "Conselheiro indicado por Lula para o Cade já se posicionou contra interesses do Sindicato Nacional dos Cegonheiros"

  1. LUIZ CARLOS BEZERRA disse:

    É MEUS NOBRES CIDADÃOS DE BEM DESSE NOSSO PAÍS.
    EM FIM, O ATUAL GOVERNO FEDERAL, RESOLVEU ATUAR EM PROL DO POVO DE BEM DESSE NOSSO BRASIL.
    DE FATO, ESSE CARTEL EXISTE SIM, E JÁ CAUSOU SÉRIOS PREJUÍZOS A NOSSA NAÇÃO, POR LONGAS DATAS. SENDO ASSIM, ESSE TAL DE SINACEG, QUE SE INTITULA INCONSTITUCIONALMENTE COMO “NACIONAL”, JÁ DEVERIA TER SIDO PUNIDO HÁ MUITO TEMPO E, SEUS COMANDANTES, PROIBIDOS DE ATUAR EM NOSSA NAÇÃO, POR FAZEREM PARTE INTEGRAL DESSE “CARTEL DOS CEGONHEIROS”!
    ESSE SINDICATO NÃO POSSUI NENHUMA INTEGRIDADE MORAL E CÍVICA MESMO, SENDO ASSIM, JÁ DEVERIA TER SIDO FECHADO, DA MESMA FORMA QUE FOI FECHADO O ANTIGO, DENOMINADO COMO “SINDICAM” E A ANTV!
    DECRETEM O FIM DA LINHA PARA TODOS ESSES RÉUS, E OS OBRIGUEM A RESTITUIR GRANDE PARTE DOS RECURSOS RECEBIDOS DE FORMA FRAUDULENTA, POR LONGAS DATAS!
    ESSES RÉUS, QUE POSSUEM TRANSPORTADORAS DE VEÍCULOS VINCULADAS AO SISTEMA, TAMBÉM DEVERIAM TER SEUS FAMOSOS “ALVARÁS DE FUNCIONAMENTO”, CANCELADOS, HÁ MUITO TEMPO!
    CONTAMOS MUITO COM ESSAS DECISÕES JUDICIAIS!
    TODOS OS CARTÉIS EXISTENTES EM NOSSO BRASIL, DEVEM SER EXTINTOS, IMEDIATAMENTE!
    ASSIM ESPERAMOS!
    ATÉ O GRANDE LÍDER DESSA ENTIDADE CRIMINOSA E QUE ATUA COMO POLÍTICO DE NOSSA NAÇÃO, POR SER PREFEITO DE BETIM-MG, JÁ DEVERIA TER SIDO IMPEACHMADO, HÁ MUITO TEMPO, DEVIDO AOS SEUS CRIMES COMETIDOS CONTRA PRINCIPALMENTE OS CONSUMIDORES FINAIS, AO TEREM ADQUIRIDO SEUS AUTOMÓVEIS NOVOS, PRODUZIDOS NAS MONTADORAS DO BRASIL, BEM COMO OS TRANSPORTADORES DE VEÍCULOS NÃO VINCULADAS AO SISTEMA CRIMINOSO, AO SE ATREVEREM A PROCURAR UM ESPAÇO DE TRABALHO, NESSES TRANSPORTES, COM SUAS CARRETAS CEGONHAS, NO ESCOAMENTO DESSES VEÍCULOS NOVOS.
    DECRETEM O “FIM DA LINHA”, PARA TODOS DESSE CARTEL DOS CEGONHEIROS!
    AGORA, SÓ NOS RESTA AGUARDAR AS DECISÕES DEFINITIVAS JUDICIAIS!
    PARABENIZO VEEMENTEMENTE ESSAS MATÉRIAS BOMBÁSTICAS E LÍCITAS, JORNALÍSTICAS DESSE PORTAL!
    NADA MAIS A COMENTAR!

Os comentários estão encerrados