Dieselgate: Justiça condena Volkswagen a pagar R$ 1 bilhão a donos de Amarok no Brasil

O juiz Alexandre Mesquita, da 1ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro, condenou a Volkswagen a pagar cerca de R$ 1 bilhão a consumidores brasileiros que adquiriram picapes Amarok. A indenização decorre de fraude para encobrir a poluição causada por motores a diesel. O escândalo ficou conhecido por “dieselgate”.

Vale lembrar que a indenização total de R$ 1,092 bilhão aproxima-se ao valor repassado pela montadora alemã ao cartel dos cegonheiros em 2018. Desse total, R$ 251,179 milhões referem-se apenas ao ágio imposto pela organização criminosa que controla o setor. O sobrepreço origina-se na falta de concorrência e é integralmente repassado aos consumidores da marca.

Ao todo, 17.057 proprietários do modelo deverão receber R$ 54 mil por danos materiais e R$ 10 mil por danos morais. A sentença também prevê pagamento, como medida de caráter pedagógico e punitivo, de R$ 1 milhão por dano moral coletivo à sociedade brasileira.

A ação coletiva foi movida pela Associação Brasileira de Defesa do Consumidor e Trabalhador (Abradecont). A montadora já anunciou que vai recorrer da decisão de Primeira Instância. A fabricante tenta convencer as autoridades brasileiras que o software que adulterava os dados sobre emissão de poluentes não estava ativo no país.

Foto: Divulgação/Volkswagen

ANTV BID da Volkswagen Cade Cartel dos cegonheiros Fiat Ford Formação de cartel Gaeco GM Incêndios criminosos Jeep Justiça Federal Luiz Moan MPF Operação Ciconia Operação Pacto Polícia Federal Prejuízo causado pelo cartel Sada Sinaceg Sindicam Sintraveic-PE Sintravers STJ Tegma Tentativa de censura Transporte de veículos Transporte de veículos2 Transporte de veículos novos TRF-4 Vittorio Medioli Volkswagen