FSP: “Cade deve condenar casos de cartel da Lava Jato em contratos de R$ 70 bilhões”

Em todos os casos, conforme entendimento da Superintendência-Geral (SG) do Cade, as provas são irrefutáveis e revelam esquemas de divisão de mercado entre as principais construtoras do país, além de combinação de preços, lances em licitações e outras infrações.

Solaris Energia Solar - whatsapp (51) 984326475

Folha de São Paulo informa que, após dois anos de atraso, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) se prepara para julgar a partir desta semana grandes empreiteiras por formação de cartel e outras infrações contra a ordem econômica em projetos que totalizam quase R$ 70 bilhões. Ao todo são três casos investigados pela Lava Jato.

O repórter Julio Wiziack, escreveu na tarde desse domingo no site da Folha de São Paulo:

“Um dos processos, já com relator, analisa contratos do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) das Favelas. O programa movimentou à época quase R$ 2 bilhões em obras de reurbanização das comunidades do Alemão, da Rocinha e de Manguinhos (no Rio de Janeiro) e foi dividido em uma licitação em três lotes (um para cada área).”

O segundo refere-se à construção da hidrelétrica de Belo Monte (foto de abertura), projeto de R$ 30 bilhões gestado no governo da ex-presidente Dilma Rousseff.

O terceiro e mais recente processo analisa obras da Petrobras que, segundo parecer da Superintendência-geral do Cade, foram rateadas por 16 empresas. Ao todo o custo dessas obras superaram o valor de R$ 35 milhões.

A reportagem acrescenta – conforme entendimento da SG – que em todos os casos as provas são irrefutáveis e revelam esquemas de divisão de mercado entre as principais construtoras do país, além de combinação de preços, lances em licitações e outras infrações. A recomendação, ressalta o jornal, é pela condenação. As evidências foram obtidas por meio de interceptações telefônicas e de e-mails autorizados pela Justiça.

A folha de São Paulo conclui destacando que algumas empreiteiras investigadas optaram por assinar acordos de leniência com o órgão antitruste:
– Andrade Gutierrez (PAC das Favelas)
– Camargo Corrêa (Belo Monte)
– Setal Óleio e Gás (Petrobras)

Outras empreiteiras assinaram Termos de Cessação de Conduta (os chamados TCCs), entregando mais provas da atuação dos cartéis em troca de não serem condenadas.

Foto: Regina Santos/Divulgação Norte Energia

ANTV BID da Volkswagen Cade Cartel dos cegonheiros Fiat Ford Formação de cartel Gaeco GM Incêndios criminosos Jeep Justiça Federal Luiz Moan MPF Operação Ciconia Operação Pacto Polícia Federal Prejuízo causado pelo cartel Sada Sinaceg Sindicam Sintraveic-PE Sintravers STJ Tegma Tentativa de censura Transporte de veículos Transporte de veículos2 Transporte de veículos novos TRF-4 Vittorio Medioli Volkswagen

Um comentário sobre "FSP: “Cade deve condenar casos de cartel da Lava Jato em contratos de R$ 70 bilhões”"

  1. LUIZ CARLOS BEZERRA disse:

    ISSO TUDO É UM VERDADEIRO ABSURDO MESMO.
    O PARTIDO PODRE, COMANDADO POR ELES AO LONGO DE VÁRIOS ANOS, SÓ PENSARAM EM DESTRUIR O NOSSO PAÍS!
    CHEGA! AGORA ESSAS ORGANIZAÇÕES CRIMINOSAS E ESSE PARTIDO QUE AFUNDOU O NOSSO BRASIL, POR LONGAS DATAS, TEM QUE SER EXTINTO DO CONGRESSO NACIONAL, E TODOS OS SEUS INTEGRANTES, DEVERIAM ESTAR É PRESOS.
    CUMPRAM-SE AS LEIS.
    ESSAS OBRAS GIGANTESCAS, SÓ CAUSARAM PREJUÍZOS A NOSSA NAÇÃO E, ENGORDARAM OS BOLSOS DESSES VAGABUNDOS.
    BRASIL ACIMA DE TUDO. DEUS ACIMA DE TODOS.
    ESSE É O TEMA ATUAL DE NOSSA NAÇÃO!
    SALVEM AS FAVELAS DE NOSSO PAÍS!
    SÓ TENHO É QUE PARABENIZAR ESSE PORTAL, POR ESSA MATÉRIA!

Os comentários estão encerrados