Governo mantém Cade desfalcado ao suspender indicações de conselheiros que seriam sabatinados no Senado nesta semana

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) permanecerá desfalcado de quatro conselheiros e manterá suspensos prazos em processos administrativos, atos de concentração e sessões de julgamento no Tribunal. O motivo é a mais recente trapalhada do governo federal que pediu ao Senado a suspensão das indicações de dois novos conselheiros, ocorridas em maio e que seriam sabatinados nesta semana, cumprindo dispositivo legal. Ao site Livre Concorrência, a assessoria de imprensa do Palácio do Planalto limitou-se a informar que “o Planalto não irá comentar”. Não há prazo para as novas indicações.

Os dois nomes, do economista Leonardo Bandeira Rezende e do advogado Vinícius Klein, foram chancelados pelos ministros da Justiça e Segurança, Sérgio Moro, e da Economia, Paulo Guedes (foto de abertura). Ambos seriam sabatinados nesta terça-feira (6), pelos senadores integrantes da Comissão de Assuntos Econômicos. Com a suspensão das indicações, o órgão antitruste permanece com apenas dois dos seis conselheiros.

Com o enceramento dos mandatos dos conselheiros Polyanna Vilanova (8/7), João Paulo de Resende (14/7) e Paulo Burnier (16/7), o Plenário do Cade está com apenas três membros (dois conselheiros e o presidente), já que o cargo da ex-conselheira Cristiane Alkmin está vago desde o início do ano. O número é inferior ao quórum exigido na lei para instalação de sessões de julgamento.

Nos casos dos atos de concentração que devem ser submetidos ao Cade, a análise será realizada normalmente pela Superintendência-Geral, ficando suspensos os prazos das operações que já se encontram em apreciação no Tribunal ou que vierem a ser remetidas ao crivo dos conselheiros, até que o quórum seja restabelecido.

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

ANTV BID da Volkswagen Cade Cartel dos cegonheiros Fiat Ford Formação de cartel Gaeco GM Incêndios criminosos Jeep Justiça Federal Luiz Moan MPF Operação Ciconia Operação Pacto Polícia Federal Prejuízo causado pelo cartel Sada Sinaceg Sindicam Sintraveic-PE Sintravers STJ Tegma Tentativa de censura Transporte de veículos Transporte de veículos2 Transporte de veículos novos TRF-4 Vittorio Medioli Volkswagen

Um comentário sobre "Governo mantém Cade desfalcado ao suspender indicações de conselheiros que seriam sabatinados no Senado nesta semana"

  1. LUIZ CARLOS BEZERRA disse:

    Lamentável esta decisão, salvo se for para arrumar a casa, evitando assim corrupções no colegiado, pra solucionar possíveis falhas administrativas!
    Vindo então a efetivamente valorizar a Livre Concorrência Legal, aos orçamentos vigentes no País e, principalmente aos preceitos deste Portal, tão sérios para o nosso País!

Os comentários estão encerrados