Justiça decreta extinção de sindicato pernambucano apoiado por Sada e Fiat/Jeep

Documentos fraudados para dar aparência de legalidade na criação do Sindicato dos Cegonheiros de Goiana-PE (Sintrago) foram identificados pelo juiz Virgílio Henriques de Sá Benevides, titular da 2ª Vara do Trabalho do município. A fraude levou o magistrado a decidir pela extinção da entidade de fachada. Ainda cabe recurso. O Sintrago contava com apoio da Sada e da montadora Fiat/Jeep.

O magistrado concluiu que houve má-fé processual e aplicou multa de R$ 4,3 mil, além de determinar pagamento de indenização no valor de R$ 20 mil. Está em curso discussão judicial sobre a representação dos cegonheiros em Pernambuco entre o agora extinto Sintrago e o Sintraveic.

De acordo com a decisão divulgada, o Sintrago ajuizou ação contra o Sintraveic, na qual citou como localização da segunda entidade o próprio endereço.

Para o juiz, houve fraude:

“Carlos Alberto da Silva, ex-segundo tesoureiro, restou comprovado que esse dirigente sindical não tem poderes de representação do Sintraveic, sendo considerada fraudulenta a manobra para conduzi-lo à presidência.”

Também por isso, reiterou:

“Soa evidente a litigância de má fé do Sintrago, ao ajuizar duas ações com idêntico objeto, sendo uma em Pernambuco e outra no Distrito Federal.”

Benevides acrescentou:

“Buscou (o Sintrago) subverter o princípio do devido processo legal, reproduzindo ação anteriormente ajuizada, elevando o custo do processo e dos próprios serviços prestados aos jurisdicionados, criando incidentes infundados, em especial recursos protelatórios, atacando decisões interlocutórias, de forma a causar prejuízos e desdém ao poder Judiciário, um dos pilares do estado democrático de direito.”

Ainda de acordo com o magistrado da Justiça do Trabalho:

“Atos formais de constituição do Sintrago foram fabricados, no afã de dar aparência de legalidade a situações inexistentes, uma vez que a assembleia sindical designada para aprovar o desmembramento da base territorial do Sintraveic sequer chegou a se realizar, conforme ata notarial acostada nos autos. Por isso, impõe-se declarar a nulidade dos atos de registros do Sintrago junto ao 2º cartório de registro e notas de Goiana, bem como em relação ao ministério do Trabalho, Secretaria das Relações do Trabalho do ministério do Trabalho e Emprego.”

O juiz Benevides também determinou:

“Diante da gravidade dos fatos apurados”, que fossem oficiados o Ministério Público do Trabalho, o Ministério Público Federal e a Polícia Federal. Os ofícios devem ser acompanhados da petição inicial, contestação, reconvenção e da íntegra da sentença.”

Incêndio criminoso
Vinte e quatro horas após a divulgação da sentença que extinguiu o Sintrago, os cegonheiros filiados ao Sintraveic foram surpreendidos com incêndio criminoso de caminhão-cegonha, ocorrido na madrugada do dia 26 deste mês. O incêndio só não tomou proporções maiores pelo imediato auxílio prestado pelos bombeiros da fábrica Fiat/Jeep.

Os cegonheiros pernambucanos estão acampados desde 28 de agosto do ano passado nas proximidades da fábrica da Jeep em Goiana. Eles exigem o cumprimento do Prodeauto, o programa de incentivo à indústria automobilística firmado entre o governo de Pernambuco e a montadora. Até hoje, cegonheiros pernambucanos filiados ao Sintraveic não foram contemplados com a participação no escoamento da produção, toda feita por cegonheiros de Minas Gerais e São Paulo.

ANTV BID da Volkswagen Cade Cartel dos cegonheiros Fiat Ford Formação de cartel Gaeco GM Incêndios criminosos Jeep Justiça Federal Luiz Moan MPF Operação Ciconia Operação Pacto Polícia Federal Prejuízo causado pelo cartel Sada Sinaceg Sindicam Sintraveic-PE Sintravers STJ Tegma Tentativa de censura Transporte de veículos Transporte de veículos2 Transporte de veículos novos TRF-4 Vittorio Medioli Volkswagen

Um comentário sobre "Justiça decreta extinção de sindicato pernambucano apoiado por Sada e Fiat/Jeep"

  1. Luiz Carlos Bezerra disse:

    SÓ TENHO QUE PARABENIZAR AOS BANDIDOS COOPTADOS PELO CARTEL, POR TEREM DADO UM BELO TIRO NOS PRÓPRIOS PÉS!
    AGORA É O FIM DESTE MOVIMENTO FRAUDULENTO, QUE VEM NOS IMPEDINDO DE INGRESSAR NA MONTADORA, PARA EXERCERMOS NOSSAS ATIVIDADES DE TRABALHO, REFERENTE AOS TRANSPORTES DE VEÍCULOS NOVOS, ENTÃO FABRICADOS, NA FIAT/JEEP!
    ESTA MANOBRA NOS CAUSOU PREJUÍZO SIM, POIS INCENDIARAM UM DE NOSSOS EQUIPAMENTOS, MAS ISSO CERTAMENTE FARÁ COM QUE AGORA, DE UMA VEZ POR TODAS, A JURISPRUDÊNCIA NOS DÊ OS DEVIDOS VALORES, BEM COMO O GOVERNO DO ESTADO, PARA QUE SEJAMOS DEFINITIVAMENTE RESPEITADOS.
    JAMAIS NOS CORROMPEMOS, JAMAIS BAIXAREMOS A CABEÇA PARA ESTES CRIMINOSOS!
    AVANTE SINTRAVEIC-PE!
    NOSSA VITÓRIA ESTÁ PRÓXIMA!
    DEUS ESTÁ NO COMANDO!

Os comentários estão encerrados