Onde está você?

Confesso que estou à procura e não a encontro.
Desde agosto tento encontrar sem sucesso a Frente Nacional de Combate a Cartéis.
Por isso a indagação. Onde está você?
Os cartéis avançam no Brasil com a velocidade da luz. Assustadoramente.
E nada!
Mas afinal de contas, cadê a Frente Nacional de Combate a Cartéis?

Lemos algumas notícias a respeito do seu lançamento lá no início de agosto do ano passado. Até nós, aqui no site publicamos. Julgamos importante. Absolutamente importante e necessária. Diria até imprescindível porque acompanhamos a ação de vários cartéis nesse nosso Brasil, e pouca condenação, pouca multa pelo prejuízo que causam não só à economia, mas principalmente aos consumidores, calejados de pagarem a conta sem nunca receberem um único centavo como ressarcimento.

Acompanhamos o anúncio da Frente Nacional de Combate a Cartéis. Teve solenidade e tudo o mais. Contou com a participação do procurador-geral da República, presidente do Cade, superintendente do Cade, promotores, representantes do Ministério Público Federal, do ministério da Justiça.

Comecei a procurar. Por aqui, por ali, e nada!

Nossa enxuta equipe aqui do site até gostaria de saber, por exemplo, como a Frente Nacional de Combate a Cartéis poderia contribuir para que enfim, no nosso Brasil, efetivamente todos fossem iguais perante a lei.

Não são. Não são mesmo.

Houve a condenação pelo Cade de grandes empresas do setor dos combustíveis. E a Agência Nacional do Petróleo (ANP) deveria fazer cumprir a lei e cassar a licença dessas grandes empresas. Não o fez sob a justificativa que “grandes empresas não podem quebrar”.

Como assim?

Pequenas e médias podem?

Fomos atrás, cumprindo nosso papel. 

Ninguém sabe informar quem é o presidente, se a Frente Nacional de Combate a Cartéis tem sede, nada!

Não possui telefone de contato.

Não possui WhatsApp, nada!

Na Procuradoria Geral da República ninguém sabe informar quem está no comando da Frente.

Idealizador da Frente, o procurador Regional da República Valdir Alves – reconduzido ao cargo de representante do MPF junto ao Cade – não fala pela Frente.

Promotores de Justiça também não.

No Cade – onde foi um dos palcos de lançamento da Frente – idem.

Mas… para concluir, cadê a Frente Nacional de Combate a Cartéis?

A livre concorrência precisa de você.

A ordem econômica precisa de você.

Os consumidores brasileiros, lesados permanentemente pela ação nefasta dos cartéis, precisam de você.

Por último, a grande indagação. Onde está você?

E o apelo público. Se alguém souber, manda pra gente, por favor?

Ivens Carús – Editor

ANTV BID da Volkswagen Cade Cartel dos cegonheiros Fiat Ford Formação de cartel Gaeco GM Incêndios criminosos Jeep Justiça Federal Luiz Moan MPF Operação Ciconia Operação Pacto Polícia Federal Prejuízo causado pelo cartel Sada Sinaceg Sindicam Sintraveic-PE Sintravers STJ Tegma Tentativa de censura Transporte de veículos Transporte de veículos2 Transporte de veículos novos TRF-4 Vittorio Medioli Volkswagen

Um comentário sobre "Onde está você?"

  1. LUIZ CARLOS BEZERRA disse:

    POIS É, NOBRE CIDADÃO DE BEM DESSE NOSSO BRASIL E JORNALISTA LÍCITO EM TODAS AS SUAS COLOCAÇÕES EDITORIAIS, NESSE PORTAL MARAVILHOSO, ONDE SÓ EXPÕE A PURA VERDADE DOS FATOS, CONTRA A EXISTÊNCIA DE CARTÉIS EM NOSSO BRASIL!
    CONTINUE ATUANDO, POIS ÉS DOTADO DE PROFUNDA EDUCAÇÃO MORAL E CÍVICA!
    NA MINHA OPINIÃO, NESSE MOMENTO ATUAL E AO LONGO DE TANTOS ANOS. SÓ QUEM PODE SALVAR O NOSSO PAÍS, É O CRIADOR DO UNIVERSO “DEUS”, QUE NUNCA NOS ABANDONOU E NUNCA NOS ABANDONARÁ, HAJA VISTA QUE ELE NÃO SE CORROMPE E SABE O QUE FAZ!
    SENDO ASSIM, NÃO PODEMOS PERDER A NOSSA FÉ!
    ELE É O ÚNICO QUE PODERÁ SALVAR O NOSSO PAÍS E O PLANETA TERRA!
    PARABÉNS POR SUAS PALAVRAS DESCRITAS ACIMA!

Os comentários estão encerrados