Pastor Eurico troca de partido mas mantém bandeira contra cartel dos cegonheiros

O deputado federal Pastor Eurico (Patriota-PE) voltou a criticar o cartel que controla o transporte de veículos novos no País. Para uma plateia que lotou as dependências do Clube Português, em Recife, ele afirmou que os cegonheiros pernambucanos “sofrem com a perseguição impetrada pelo sistema cartelista” que atua no segmento. A declaração foi dada na cerimônia de filiação do parlamentar ao partido Patriota, em 4 de abril.

Em seu discurso, Pastor Eurico reiterou que a ação do cartel afronta a dignidade e a autonomia dos pernambucanos e prejudica os profissionais daquele Estado que trabalham no transporte de veículos novos. O deputado refere-se ao monopólio exercido pelo grupo Sada na fábrica da Fiat/Jeep instalada em Goiana. Atualmente, os 179 mil veículos produzidos pela montadora construída na região metropolitana de Recife são integralmente transportados por pessoas jurídicas de São Paulo e Minas Gerais controladas pelo grupo Sada, cujo dono, o empresário e político mineiro Vittorio Medioli, é acusado de chefiar a associação criminosa que domina o setor, conforme inquérito da Polícia Federal.

Pastor Eurico reafirmou que mantém negociações com o governador Paulo Câmara para resolver a situação:

“Quero registrar aqui que já estive com o governador. Ele tem se colocado à disposição para tratar desse assunto. Estamos tentando ver uma saída para esse problema que se agrava.”

A reportagem do site Livre Concorrência perguntou ao deputado a razão que o levou a diminuir a intensidade e a frequência das críticas dirigidas ao cartel. Ele já chegou a comparar o grupo Sada à JBS, em alusão ao monopólio e ao esquema bilionário de pagamento de propina a políticos em que o maior frigorífico do Brasil envolveu-se. Sobre o arrefecimento dos ataques e também sobre o progresso das negociações com a diretoria da Fiat, Pastor Eurico respondeu:

“Nem sempre devemos dar munição aos inimigos. O silêncio não significa que estamos parados.”

No encerramento da cerimônia de filiação, o parlamentar explicou um pouco mais a nova postura:

“Eu já disse aos senhores que sou da paz. E pela paz a gente luta até o fim.”

Várias autoridades compareceram ao evento. O governador Paulo Campos foi representado por João Campos, chefe de gabinete do Governo.

ANTV BID da Volkswagen Cade Cartel dos cegonheiros Fiat Ford Formação de cartel Gaeco GM Incêndios criminosos Jeep Justiça Federal Luiz Moan MPF Operação Ciconia Operação Pacto Polícia Federal Prejuízo causado pelo cartel Sada Sinaceg Sindicam Sintraveic-PE Sintravers STJ Tegma Tentativa de censura Transporte de veículos Transporte de veículos2 Transporte de veículos novos TRF-4 Vittorio Medioli Volkswagen

Um comentário sobre "Pastor Eurico troca de partido mas mantém bandeira contra cartel dos cegonheiros"

  1. Luiz Carlos F. Bezerra disse:

    PREZADOS LEITORES. O ILUSTRE DEPUTADO FEDERAL PASTOR EURICO, JÁ ESTÁ ALINHANDO COM O NOSSO GOVERNADOR PAULO CÂMARA, PARA DEFINIR ESTA SITUAÇÃO E, TENDO EM VISTA A SERIEDADE DO CASO, TEMOS MUITA ESPERANÇA DE QUE AQUI NESTE ESTADO, O CARTEL SEJA DEVIDAMENTE DESMASCARADO, PARA ENTÃO SE APLICAR A LEI PRODEAUTO, QUE LEGITIMIZA A INCLUSÃO DOS TRANSPORTADORES DE VEÍCULOS SEDIADOS NESTA SEDE FEDERATIVA.
    CONTAMOS COM O TOTAL APOIO DESTES PARLAMENTARES, BEM COMO DA PF E MPF.
    AVANTE SINTRAVEIC-PE! ÚNICO E LEGÍTIMO SINDICATO DA CATEGORIA AQUI EXISTENTE E PRESIDIDO PELO SR. JOSÉ MILTON DE FREITAS!

Os comentários estão encerrados