Pátio da Brazul, em São Bernardo do Campo, é atacado por incendiários. G1 informa que 15 caminhões-cegonha foram destruídos

Quinze caminhões-cegonha carregados com 80 veículos foram incendiados na madrugada desta segunda-feira (24) no pátio da transportadora Brazul (empresa do grupo Sada), em São Bernardo do Campo. Fontes do Corpo de Bombeiros revelam que o fogo pode ter origem criminosa. As informações são do G1.
Ao todo, 50 bombeiros e 15 viaturas atuaram no combate ao incêndio.
O setor de transporte de veículos novos, controlado por uma organização criminosa que detém mais 90% dos fretes, enfrenta mais uma turbulência. Nova onda de incêndios criminosos começou na quinta-feira, em Caçapava, também no Estado de São Paulo.
Especula-se que os ataques podem estar ligados a uma represália de cegonheiros afastados das transportadoras Tegma e Brazul. A Tegma foi um dos alvos de busca e apreensão da Operação Pacto, deflagrada pela Polícia Federal em outubro do ano passado. Os crimes também podem estar vinculados a uma disputa eleitoral para eleger nova direção do Sindicato Nacional dos Cegonheiros, o Sinaceg (ex-Sindicam).
A entidade é apontada pela Polícia Federal e Ministério Público Federal como o braço sindical e operacional das grandes transportadoras e foi condenada na Justiça Federal do Rio Grande do Sul por formação de cartel no setor de transporte de veículos novos. A sentença foi confirmada pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região, o TRF-4. Um recurso está no Superior Tribunal de Justiça.
O site Livre Concorrência fez contato com executivos da Brazul, mas ainda não obteve retorno.

Fotos: Divulgação/Corpo de Bombeiros

ANTV BID da Volkswagen Cade Cartel dos cegonheiros Combate aos cartéis Fiat Ford Formação de cartel Gaeco GM Incêndios criminosos Jeep Justiça Federal Luiz Moan MPF Operação Pacto Polícia Federal Prejuízo causado pelo cartel Sada Sinaceg Sindicam Sintraveic-PE Sintravers STJ Tegma Tentativa de censura Transporte de veículos Transporte de veículos2 Transporte de veículos novos TRF-4 Vittorio Medioli Volkswagen

Um comentário sobre "Pátio da Brazul, em São Bernardo do Campo, é atacado por incendiários. G1 informa que 15 caminhões-cegonha foram destruídos"

  1. LUIZ CARLOS BEZERRA disse:

    É MEUS AMIGOS LEITORES DESTE MAGNÍFICO PORTAL. QUE COISA LAMENTÁVEL!
    ATÉ QUANDO VÃO PERDURAR ESTES VANDALISMOS?
    AGORA FICOU CLARO QUE ELES ESTÃO BRIGANDO ENTRE ELES PRÓPRIOS!
    SERIA DESESPERO DE CAUSA?
    QUE AS INVESTIGAÇÕES APUREM OS FATOS, DE FORMA CONTUNDENTE!
    OS CRIMINOSOS TERÃO QUE PAGAR POR ISSO!
    APUREM-SE E CUMPRAM-SE AS LEIS!
    INCRÍVEL QUE ESTA DISPUTA POSSA TER ALGO A VER COM A ELEIÇÃO DE UMA NOVA DIRETORIA DO SINACEG (EX-SINDICAM), QUE AO MEU VER JÁ DEVERIA ESTAR FECHADO HÁ MUITO TEMPO, POR AGIR INCONSTITUCIONALMENTE (SINDICATO NENHUM PODE SER DENOMINADO COMO NACIONAL, POR SÓ PODEREM ATUAR NO SEU ESTADO FEDERATIVO), NO PAÍS E, POR SER O BRAÇO DIREITO DO CARTEL DOS CEGONHEIROS.

Os comentários estão encerrados