PF desarticula organização criminosa especializada em fraudes previdenciárias no Piauí e Maranhão

As apurações identificaram ao menos 505 benefícios com indícios de fraudes ligados aos investigados. O prejuízo causado pelo esquema criminoso ao INSS está estimado em pelo menos R$ 71 milhões. A economia com a suspensão desses benefícios é estimada em mais de R$ 44 milhões.

Do Piauí e do Maranhão

A Polícia Federal, com o apoio da Coordenação de Inteligência da Previdência Social (COINP), deflagrou nessa terça-feira (7), a Operação Fictus. O objetivo é desarticular uma organização criminosa especializada na prática de fraudes de benefícios em prejuízo ao Instituto Nacional de Seguridade Social – INSS.

As investigações apontam que as fraudes se davam mediante a criação de “idosos fictícios” para fins de obtenção de benefício previdenciário e de natureza assistencial, por meio da falsificação de documentos de identificação civil e transferência irregular de benefícios em manutenção. Além disso, ocorria a reativação de benefícios cessados de pessoas falecidas, por meio de prova de vida bancária a partir da juntada de documentos de identidade falsos e comprovante de endereços falsos, inclusive com dados dos próprios investigados.

Foram mobilizados mais de 120 policiais federais para o cumprimento de 38 mandados judiciais, sendo dez de prisão preventiva, 27 de busca e apreensão e um de afastamento de cargo público. Todos os mandados foram expedidos pela 1ª Vara Federal da Seção Judiciária do Estado do Piauí, e foram cumpridos nos municípios de Parnaíba/PI, Teresina/PI, São Luís/MA, Bacabal/MA, Codó/MA, Grajaú/MA, Pedreiras/MA e Trizidela do Vale/MA.

Durante as investigações, ocorreu a prisão em flagrante de um dos líderes da organização criminosa, na cidade de Bacabal/MA, quando tentava sacar benefício instituído em nome de pessoa fictícia, no ato representado por um idoso (“ator”). Houve ainda, em dado momento da investigação, a tentativa de destruição de provas.

As apurações identificaram ao menos 505 benefícios com indícios de fraudes ligados aos investigados. O prejuízo causado pelo esquema criminoso ao INSS está estimado em pelo menos R$ 71 milhões. A economia com a suspensão desses benefícios é estimada em mais de R$ 44 milhões.

A Justiça Federal determinou ainda o sequestro de bens e valores de quantia superior a R$ 71 milhões, montante referente ao prejuízo atual dos benefícios cujos indícios de fraude foram identificados até o momento.

Os investigados poderão responder pelos crimes de organização criminosa, estelionato previdenciário, falsificação de documento público, uso de documento falso, inserção de dados falsos em sistemas de informação, corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro.

ANTV BID da Volkswagen Cade Cartel dos cegonheiros Fiat Ford Formação de cartel Gaeco GM Incêndios criminosos Jeep Justiça Federal Luiz Moan MPF Operação Ciconia Operação Pacto Polícia Federal Prejuízo causado pelo cartel Sada Sinaceg Sindicam Sintraveic-PE Sintravers STJ Tegma Tentativa de censura Transporte de veículos Transporte de veículos2 Transporte de veículos novos TRF-4 Vittorio Medioli Volkswagen

Um comentário sobre "PF desarticula organização criminosa especializada em fraudes previdenciárias no Piauí e Maranhão"

  1. LUIZ CARLOS BEZERRA disse:

    QUE COISA TRISTE É ISSO!
    COMO OS MARANHENSES SÃO CAPAZES DE FORJAREM ESSES BENEFÍCIOS. NÃO É MESMO?
    ESSE ESTADO DA FEDERAÇÃO DEVERIA SER UM EXEMPLO PARA O BRASIL, OS CRIMINOSOS IMPLANTADOS LÁ, SÓ PENSARAM EM FRAUDAR OS CITADOS BENEFÍCIOS, PREJUDICANDO ASSIM QUEM REALMENTE TERIA ESSES DIREITOS LEGAIS.
    SENDO ASSIM, SÓ NOS RESTA APLAUDIR AS ATUAÇÕES DOS INVESTIGADORES, POIS TODOS OS RÉUS DESSAS AÇÕES, DEVERIAM ESTAR É ATRÁS DAS GRADES!
    MUITOS CIDADÃOS DE BEM, QUE POSSUEM ESSES DIREITOS, QUE DERAM ENTRADA NO INSS PARA REQUEREREM TAIS BENEFÍCIOS, COMPROVADAMENTE LEGAIS, AINDA ESTÃO AGUARDANDO POR LONGAS DATAS A APROVAÇÃO.
    QUE PAÍS É ESSE, QUE TEM ATUADO APENAS PARA BENEFICIAR BANDIDOS?
    SALVEM A NOSSA PÁTRIA AMADA: “BRASIL”!

Os comentários estão encerrados