Presidente da Audi é preso na Alemanha por ocultação de provas

A investigação do escândalo que ficou conhecido por “dieselgate” agrava a situação da Volkswagen na Europa. No início da semana, o presidente da Audi, Rupert Stadler, foi preso por envolvimento no esquema de fraude ambiental nos veículos a diesel fabricados pelo grupo Volkswagen, do qual a Audi faz parte.

Stadler é o primeiro executivo de alto escalão a ter prisão decretada após a descoberta da fraude em 2015, quando a Volkswagen admitiu ter configurado 11 milhões de veículos no mundo todo para ocultar a emissão de poluentes acima dos limites permitidos.

A prisão ocorreu uma semana depois de promotores de Munique realizarem buscas na casa do CEO. A ordem de prisão baseia-se na ocultação de provas, revelou a Promotoria de Munique. Stadler e outro integrante da diretoria da Audi foram acusados de “fraude” no fim de maio. Autoridades alemãs já haviam ordenado o recall de cerca de 60 mil veículos da marca Audi para remoção do software ilegal.

Volkswagem assume responsabilidade
A Volkswagen anunciou no início do mês que aceitou pagar uma multa de 1 bilhão de euros (equivalente a R$ 4,37 bilhões), na Alemanha. Com isso, a marca assume “sua responsabilidade” pelas fraudes nos testes de emissões dos motores a diesel.

ANTV BID da Volkswagen Cade Cartel dos cegonheiros Fiat Ford Formação de cartel Gaeco GM Incêndios criminosos Jeep Justiça Federal Luiz Moan MPF Operação Ciconia Operação Pacto Polícia Federal Prejuízo causado pelo cartel Sada Sinaceg Sindicam Sintraveic-PE Sintravers STJ Tegma Tentativa de censura Transporte de veículos Transporte de veículos2 Transporte de veículos novos TRF-4 Vittorio Medioli Volkswagen

Um comentário sobre "Presidente da Audi é preso na Alemanha por ocultação de provas"

  1. LUIZ CARLOS BEZERRA disse:

    É DE FATO UMA JUSTIÇA DEVIDA, POIS LÁ NA ALEMANHA, ELES AGEM COM SERIEDADE E NÃO SE CORROMPEM, PARA JULGAREM OS RÉUS INOCENTANDO-OS!
    QUE BOM SE AQUI NO NOSSO PAÍS FOSSE ASSIM TAMBÉM.
    EU DUVIDO QUE ESSE CARTEL DOS CEGONHEIROS AINDA ESTARIA ATUANDO, SEM AS DEVIDAS SENTENÇAS PARA OS CRIMES COMETIDOS, AO LONGO DE TANTOS ANOS!
    SERÁ QUE CHEGAREMOS A ESSE PATAMAR UM DIA?
    SERÁ QUE O STF ATUARÁ COMO ATUAM OS TOGADOS DO EXTERIOR?
    VAMOS AGUARDAR E NUNCA PERDERMOS NOSSA FÉ!
    QUE DEUS SEJA LOUVADO!

Os comentários estão encerrados