Procon-SP notifica e pede esclarecimentos ao Itaú depois de aplicativo do banco apresentar falhas

O programa para acessar remotamente os serviços oferecidos pela instituição financeira ficou fora do ar por quase 24 horas. Para o Procon-SP, o banco deve se responsabilizar por eventuais falhas que possam ocorrer. No caso de prejuízos financeiros comprovados, o Itaú deverá avaliar o ressarcimento ao consumidor.

De São Paulo

Após denúncias de interrupção nos serviços e canais de atendimento do Itaú, o Procon-SP pediu esclarecimento à instituição financeira após o aplicativo do banco apresentar falhas e ficar quase 24 horas fora do ar na última segunda-feira (7). O órgão de defesa do consumidor também quer saber quais medidas foram adotadas para mitigar eventuais prejuízos aos clientes.

Para o Procon-SP, na medida em que o Banco disponibiliza, e até incentiva, o uso de aplicativos para a utilização dos seus serviços, a empresa deve se responsabilizar por eventuais falhas que possam ocorrer. No caso de prejuízos financeiros comprovados, o banco deverá avaliar o ressarcimento ao consumidor.

O Procon-SP também esclarece que os consumidores podem registrar reclamações no site www.procon.sp.gov.br para estes e outros prejuízos que possam ter tido nos canais de atendimento da instituição. O procedimento é importante para que o órgão de defesa do consumidor possa acompanhar o caso e oferecer a melhor orientação.

A notificação ocorreu após o banco ter registrado instabilidades ao longo da segunda-feira (7). Em um comunicado enviado aos clientes depois das 22h, o Itaú informou o restabelecimento dos serviços.

ANTV BID da Volkswagen Cade Cartel dos cegonheiros Fiat Ford Formação de cartel Gaeco GM Incêndios criminosos Jeep Justiça Federal Luiz Moan MPF Operação Ciconia Operação Pacto Polícia Federal Prejuízo causado pelo cartel Sada Sinaceg Sindicam Sintraveic-PE Sintravers STJ Tegma Tentativa de censura Transporte de veículos Transporte de veículos2 Transporte de veículos novos TRF-4 Vittorio Medioli Volkswagen