Sinaceg diz ignorar por completo conteúdo de documento apreendido

Entidade condenada em segunda instância da Justiça Federal por participação no chamado cartel dos cegonheiros afirma ignorar por completo o que está sendo tratado no e-mail apreendido pela Polícia Federal no âmbito da Operação Pacto. Segundo a diretoria do sindicato patronal, “parece ser uma troca de mensagens internas do grupo Sada”.

O Sindicato Nacional dos Cegonheiros (Sinaceg) também foi procurado pelo site Livre Concorrência para responder alguns questionamentos a respeito do conteúdo de correspondência eletrônica encaminhada pelo proprietário do grupo Sada, Vittorio Medioli, a um dos seus subordinados. O documento foi apreendido por policiais federais em diligência criminal deflagrada em 17 de outubro de 2019. Sobre o assunto, a direção da entidade patronal ressalta: “Pouco ou nada temos a informar”. E acrescenta:

“Este sindicato ignora por completo o que está sendo tratado no que parece uma troca de mensagens internas do grupo Sada.”

Para a diretoria do Sinaceg, o teor do documento, parece claramente “ser um assunto que trata da relação entre montadora e transportadora (operadora logística)”, ou de transportadoras entre si:

“O [assunto] evidentemente vai além do nível de conhecimento deste sindicato. Lembramos, sempre, que se tratam de elos distintos da cadeia produtiva.”

A entidade patronal destaca:

“Mesmo ignorando a que se referem os valores mencionados na sua mensagem [constante no e-mail apreendido pela Polícia Federal], ou mesmo de que se trata a citada marretada, é preciso mencionar que acompanhamos sempre todas as ações que possam resultar em redução dos valores de fretes pagos a nossos associados, tendo em vista os altos investimentos que os mesmos fazem para sua atuação no setor.”

Ainda de acordo com o Sinaceg, as transportadoras estão cientes de que qualquer variação que possa prejudicar os cegonheiros sempre serão passíveis de “concordância” destes. Talvez seja isto – segundo a entidade patronal – o ponto a que se refere a troca de mensagens mencionadas e objeto da indagação do site. E conclui:

“De qualquer maneira, mesmo ante tal explicação, todos os que foram consultados no âmbito do sindicato, não se recordam do fato específico mencionado ali.”

O site Livre Concorrência tentou ouvir a versão da Tegma Gestão Logística, mas não obteve retorno. A General Motors do Brasil e sua matriz nos Estados Unidos da América também não demonstram interesse em prestar esclarecimentos sobre a série de documentos apreendidos pela Polícia Federal no âmbito da Operação Pacto.

ANTV BID da Volkswagen Cade Cartel dos cegonheiros Fiat Ford Formação de cartel Gaeco GM Incêndios criminosos Jeep Justiça Federal Luiz Moan MPF Operação Ciconia Operação Pacto Polícia Federal Prejuízo causado pelo cartel Sada Sinaceg Sindicam Sintraveic-PE Sintravers STJ Tegma Tentativa de censura Transporte de veículos Transporte de veículos2 Transporte de veículos novos TRF-4 Vittorio Medioli Volkswagen

Um comentário sobre "Sinaceg diz ignorar por completo conteúdo de documento apreendido"

  1. LUIZ CARLOS BEZERRA disse:

    POIS É, ELES SEMPRE SE NEGARÃO A SE PRONUNCIAR SOBRE ESSES FATOS, HAJA VISTA SE TRATAR DE UM “BRAÇO FORTE” DO CARTEL DOS CEGONHEIROS, SEDIADO EM SBC-SP E, AINDA POR SE DENOMINAREM COMO “SINDICATO NACIONAL”, DE FORMA TOTALMENTE INCONSTITUCIONAL, POIS SINDICATOS DE QUAISQUER CATEGORIAS, SÃO ENTIDADES QUE SÓ PODEM SER INTITULADAS COMO ESTADUAL, E NUNCA “NACIONAL”. FRAUDE ESSA QUE HERDARAM DO SINDICAM (JÁ EXTINTO”, POR ORDENS JUDICIAIS.
    DE FATO, ELES NUNCA VÃO COLABORAR COM A JUSTIÇA, POIS FAZEM PARTE INTEGRANTE DESSA ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA, QUE ATUA NO BRASIL POR VÁRIOS ANOS.
    AS MONTADORAS, POR SUA VEZ, FICAM REFÉNS DESSA FACÇÃO, PARA NÃO TEREM SEUS VEÍCULOS INCENDIADOS, PELOS INTEGRANTES DO CARTEL, COMO JÁ OCORREU EM VÁRIAS OCASIÕES NO PASSADO RECENTE, DEVIDAMENTE ILUSTRADOS EM OUTRAS MATÉRIAS DESSE PORTAL LÍCITO, QUANDO OS PRÓPRIOS INTEGRANTES CRIMINOSOS, ARCARAM COM TAIS PREJUÍZOS, EM CONLUIO COM AS MONTADORAS RESPECTIVAS.
    DÁ PRA ENTENDER?
    CUMPRAM-SE AS LEIS, IMEDIATAMENTE, PARA ASSIM FINALIZAR TODOS ESSES ESCÂNDALOS CRIMINOSOS CAUSADOS POR ELES.
    ASSIM DESEJAMOS!
    “PRA FRENTE BRASIL!” HOJE SOB NOVA DIREÇÃO FEDERAL DO PODER EXECUTIVO!
    TODOS OS RÉUS DESSAS AÇÕES DEVEM SER PUNIDOS. DOA A QUEM DOER!

Os comentários estão encerrados