TRF-4 extingue punição da pena imposta pela Justiça Federal a Luiz Moan

A 7ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) extinguiu, na sessão de 23 de outubro, a punibilidade ao condenado Luiz Moan Yabiku Júnior (foto), ex-diretor para assuntos institucionais da General Motors do Brasil. Os desembargadores negaram, porém, tratamento igual a outro condenado: Paulo Roberto Guedes, ex-presidente da ANTV. Sobre Aliberto Alves, ex-presidente do Sinaceg também condenado na mesma ação penal, não houve qualquer manifestação. Os três foram condenados por crimes contra a ordem tributária (formação de cartel no setor de transporte de veículos novos) em junho de 2006. Ninguém pagou a pena até hoje.

Na sentença condenatória da ação movida pelo Ministério Público Federal, Luiz Moan, Aliberto Alves e Paulo Guedes, segundo a decisão da juíza Eloy Bernst Justo (já falecida) trabalharam em união de interesses, impedindo o ingresso de novos agentes no mercado. Na época da propositura da ação penal, a General Motors, contando com o apoio do agora Sinaceg e da Associação Nacional das Empresas Transportadoras de Veículos (ANTV), só contratava (e continua o mesmo modus operandi) transportadores vinculados às duas entidades, ambas patronais.

O site Livre concorrência tentou ouvir a posição do MPF a respeito da decisão do TRF-4, mas por meio da Assessoria de Comunicação, o procurador Luiz Felipe Hoffmann Sanzi, “prevento do caso”, só se manifestará após receber os autos da ação (o processo ainda é físico). O representante do MPF vai precisar de um prazo considerável para examinar todos os atos processuais (1º e 2º Graus) para só depois definir a atuação.

ANTV BID da Volkswagen Cade Cartel dos cegonheiros Fiat Ford Formação de cartel Gaeco GM Incêndios criminosos Jeep Justiça Federal Luiz Moan MPF Operação Ciconia Operação Pacto Polícia Federal Prejuízo causado pelo cartel Sada Sinaceg Sindicam Sintraveic-PE Sintravers STJ Tegma Tentativa de censura Transporte de veículos Transporte de veículos2 Transporte de veículos novos TRF-4 Vittorio Medioli Volkswagen