Tribunal de Justiça do RJ aprova criação de vara especializada no combate ao crime organizado

A criação da primeira vara especializada no combate ao crime organizado teve a aprovação de 23 dos 25 desembargadores do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ/RJ) que votaram a proposta na última segunda-feira (1º). O objetivo é concentrar o julgamento de processos de lavagem de dinheiro e atos praticados por organizações criminosas, inclusive crimes de milícias. A nova área judicial deve começar a funcionar em agosto.

O autor da ideia e presidente do TJ/RJ, desembargador Claudio de Mello Tavares (foto de abertura), anunciou que planeja criar mais três ou quatro varas criminais especializadas até o final da gestão dele.

A medida também atende a uma resolução do Conselho Nacional de Justiça de 2006. O CNJ recomenda aos tribunais a criação de varas especializadas no combate ao crime organizado.

Em entrevista ao Bom Dia Rio, da TV Globo, Tavares, explicou:

“A vara terá uma interlocução direta com a Polícia Civil, com a Polícia Militar, com a Polícia Federal. Se o inquérito não estiver bem instruído, o juiz determina algum tipo de diligência.”

Para dar celeridade aos processos, a seção contará com juiz titular e dois auxiliares. Tavares destacou:

“Eu sempre costumo dizer que justiça lenta é injustiça.”

O presidente do TJ/RJ também explicou que a nova vara só vai começar a receber processos de lavagem de dinheiro e de atos praticados por organizações criminosas depois de instalada. Até lá, as demais varas criminais existentes continuarão a analisar e julgar os processos que estão em seus acervos.

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

ANTV BID da Volkswagen Cade Cartel dos cegonheiros Fiat Ford Formação de cartel Gaeco GM Incêndios criminosos Jeep Justiça Federal Luiz Moan MPF Operação Ciconia Operação Pacto Polícia Federal Prejuízo causado pelo cartel Sada Sinaceg Sindicam Sintraveic-PE Sintravers STJ Tegma Tentativa de censura Transporte de veículos Transporte de veículos2 Transporte de veículos novos TRF-4 Vittorio Medioli Volkswagen